irmaos.com
 







Nota: As opiniões dos articulistas e consultores não refletem obrigatoriamente as mesmas da revista ou dos demais consultores.

» Envie sua consulta

Variedades
Consulta

Saul foi salvo? A Bíblia diz que quem atentar contra a sua vida (suicídio) não será salvo. O ato de Saul foi voluntário, pois I Samuel 31:4 diz que ele tomou a espada e lançou-se sobre ela. Se uma vez salvo sempre salvo, Saul foi salvo pois ele era um ungido de Deus. Mas ele se suicidou, e a Bíblia é bem clara para os que assim procedem. Qual sua opinião sobre isso?

Jorge, Campinas-SP

Atendimento

Você inicia questionando se Saul foi salvo ou não e depois dá a entender que ele não foi salvo devido ao fato de ter se matado. Em primeiro lugar faço questão de dizer que sou um ardoroso defensor da certeza e permanência da salvação. Creio que todo aquele que nasce de novo pelo poder do Espírito Santo de Deus jamais morrerá eternamente. É claro que me refiro aos crentes verdadeiros e não àquelas pessoas que são meros professos. Saul aparece nos livros de Samuel e em primeira Crônicas; depois só é citado em Atos (13:21). Há um enorme silêncio acerca da sua pessoa nos outros livros da Bíblia. Por isso é muito difícil afirmar sua salvação ou não. Se formos olhar pelo seu testemunho é mais fácil crer que, de duas uma, ou era um crente muito fraco ou então não era um crente. Mas não tenho como afirmar se ele era um salvo ou não. Devido a sua rebeldia e obstinação Deus se arrependeu de o haver constituído rei sobre Israel e o rejeitou como rei para Israel (cf I Sm 15:23, 35; 16:1). Em I Crônicas 10:13 lemos: "Assim, morreu Saul por causa da sua transgressão cometida contra o SENHOR, por causa da palavra do SENHOR, que ele não guardara; e também porque interrogara e consultara uma necromante..." Este foi o motivo da morte de Saul. Contudo, se ele foi ou não salvo só a eternidade nos revelará. Poderia parar por aqui, mas você fez uma afirmação ao meu ver equivocada. Você escreve: “A Bíblia diz que quem atentar contra a sua vida (suicídio) não será salvo.” Como eu você também deve ter ouvido esta afirmação tantas vezes que acabou crendo que a Bíblia realmente afirma que o pecado do suicídio não tem perdão. Há até aqueles que citam um suposto versículo no qual estaria escrito: “os suicidas não herdarão o Reino de Deus” e dão como referência Apocalipse 21:8. Já ouvi isto várias vezes! Acontece que ambas, tanto a citação quanto o endereço, são falsas. Já revirei minha Bíblia e não consegui achar nada que pelo menos se aproximasse da citação acima. Não quero fazer apologia ao suicídio, mas não há como afirmar categoricamente que alguém perca a salvação por haver se matado. É possível que quem se mate o faça exatamente por não ser um salvo. Creio que, mesmo de forma involuntária, herdamos este conceito do catolicismo que nem mesmo permitia que os suicidas fossem sepultados junto com os outros mortos. Eles eram sepultados do que era chamado de “campo santo” (cemitério). Dito isto, termino dizendo que se Saul não foi salvo isto não se deveu ao fato de ter se matado. Há um outro personagem bíblico que, embora em circunstancias muito diferentes, se matou e é citado na galeria dos heróis da fé. Refiro-me a Sansão (Jz 16:29, 30; Hb 11:32). Há quem prefira dizer que Sansão se sacrificou, o que é verdade! Mas uma coisa é certa: ele foi o causador da sua própria morte e isto se chama suicídio. Mas mesmo assim, pela Bíblia sabemos que ele é um salvo.

Jabesmar Guimarães