#306: A espiritualidade de Bob Dylan

Paulinho DegaspariAdriana Degaspari e o jornalista Ricardo Alexandre conversam sobre um dos maiores ícones da música mundial e tentam desvendar a espiritualidade de suas músicas e o que suas escolhas na carreira têm a ver com a gente hoje.

Duração: 01:06:30

» Ouça a playlist com o tema do programa no Spotify
» Participe do grupo de irmaos.com no Telegram
» Receba as novidades de irmaos.com por WhatsApp

  • https://www.irmaos.com/membro/lourival2/ Lourival Neves Gonçalves

    Religião urbana, U2 e a agora bob.Eu amo irmãos.com.kkkk

    • https://www.irmaos.com/membro/lourival2/ Lourival Neves Gonçalves

      Eu escrevi religião.kkkkkkkkk,mas legião.kkk

  • https://www.irmaos.com/membro/henrique-souza/ Henrique Tofolo

    Muito bom esse podcast, eu não conhecia nada sobre o Bob Dylan e vou começar a ouvir mais sobre!E bacana ouvir o Ricardo que é da minha terra, querida Jundiaí!

  • https://www.irmaos.com/membro/gersilene/ Gersilene S. S.

    PARABÉNS! Ótimo “bate-papo”! Já compartilhado na minha Coleção “Pensando um Pouco…” no PINTEREST!

  • https://www.irmaos.com/membro/ismaelsmith/ Ismael Batista

    Cara, ficou de boca aberta de saber que Bob Dylan teve um momento seguidor de Cristo. :O
    Teve uma parte que achei engraçada quando citaram que Dylan foi receber um prêmio e ele disse: “Como dizia meu Pai.. bem, meu pai diza muita coisa.”
    Achei legal porque ontem eu estava vendo o filme The Magnificent Seven e tem um personagem que diz a mesma frase.

    Depois desse podcast fiquei com mais vontade de conhecer sobre Bob Dylan. Sempre ouvir falarem muito bem deles mas deixei ele meio de lado. Acho que não gostei de algumas músicas pelas quais o conheci.
    Minha opinião sobre ele começou a mudar quando descobri Blowin in the Wind.

  • Ronaldo Lana

    Ricardo Alexandre falando sobre Dylan e, três anos e meio atrás sobre Legião Urbana… como eu queria ter chegado mais cedo à podosfera! =/

    Achei o conteúdo e abordagem bastante honestos. Inclusive gosto muito disso no Irmãos.com: esse diálogo aberto, leve, respeitoso. Parece que a gente tá sentado lá com vocês batendo um papo e falando sobre música. Parabéns!

    Quanto à espiritualidade do Bob Dylan, e os caminhos que ele tomou depois de sua conversão, resta pouco a ser acrescentado. Penso em algo que ouvi hoje pela manhã no pod sobre a Legião, algo como sobre a sensibilidade de todo poeta, de como as pessoas mais sensíveis e honestas consigo mesmas aparentemente se envolvem e permanecem na espiritualidade por mais tempo. Não consigo deixar de pensar que Deus deixou em nós uma centelha de si mesmo (a qual é mantida acesa pelo Espírito Santo) e todas as pessoas, um momento ou outro da vida, inevitavelmente terão de confrontá-la.

    Acho que a parte que mais gostei sobre o pod foi justamente a final, sobre o testemunho que devemos dar e sobre como devemos permanecer no lugar onde fomos chamados por Deus (a menos que, é claro, sejamos levados por Ele a outro lugar), já que é lá mesmo que Deus quer falar através de nós. A gente acaba fugindo do chamado de Deus ao nos iludirmos sobre a nossa própria vontade em relação a Deus.

    Parabéns a vocês! Mandaram muito bem!

  • Marco Aurelio

    Legal… eu não tinha pesquisado ou lido sobre ele.. fiquei curioso…
    Parabéns pelo pod B-)

  • https://www.irmaos.com/membro/demaismm/ Denise Machado

    que fantástico esse podcast! gostei demais! indiquei para vários amigos músicos. 😉

  • Elda araujo

    Tenho 54 anos e desde os dez amo o Dylan e sua obra. Já fui a dois shows dele e amei ter ido. Que emoção foi receber essa notícia do prêmio Nobel para o artista mais genial, na minha opinião. Quem não o conhece, vale assistir ao filme Não Estou Lá e o documentário No Direction Home, de Martin Scorcese. O cara é demais!!!!!

  • Ronaldo Lana

    Esqueci de inserir no comentário que há vários músicos que tocavam e ainda tocam em bandas não-cristãos, mas que se converteram faz tempo, sem ter, contudo, saído de seu meio. Veja o Mustaine, do Megadeth, o Nicko, do Iron Maiden, o Peter Criss, do Kiss, e assim por diante.

  • Andre Lopes

    Muito bom o episódio! Gosto muito do Bob Dylan e fiquei mais curioso de me aprofundar nas letras dele, con Nobel ou não!

  • https://www.irmaos.com/membro/rafasdoc/ Rafael Silva

    Muito bom o pod, não estava acostumado a escutar Bob Dylan, ideias pra usar a música pra evangelismo aqui no hospital. Escuto irmãos.com no carro e sempre fui angustiante não poder anotar os itens das listas que vocês passam (músicas q edificam, filmes q edificam, filmes que abriram nossa mente, mestre e padawans; bem como a infinidade de livros que vocês iniciam) pq frequentemente não encontro as listas passadas na descrição… Feliz por terem feito a playlist no Spotify, gratidão.

  • Renata Kulczar

    Curti demais! Me fez pensar no meu papel como cristã e a influência que sou (ou não) no meio em que convivo…
    Ah, Terminei a maratona!!!!! Agora sim vou poder ouvir e comentar!
    Vocês são bênção!
    Graça e Paz!
    Renata Kulczar
    Cabreúva/ SP

  • João Antônio

    Este é daqueles cast que não se pode ouvir apenas uma vez hehe
    As partes que mais gostei foi quando o Ricardo falou sobre a entrevista do Bob Dylan para a reportagem da revista Playboy:
    -Você já conquistou quase tudo, o que você mais quer?
    – A salvação!
    Outra parte foi o relato sobre a música Gotta Serve Somebody, no qual você pode ser o que for, mas terá de servir alguém.
    Para finalizar, foi o trecho sobre o ex-vocalista dos Raimundos, Rodolpho, que ao invés de aproveitar a sua influência no Showbiz, não, ele foi cantar para crente; no qual, deveria ter aproveitar para ser o Bob Dylan brasileiro.

  • https://www.irmaos.com/membro/ferbetel71/ [email protected]

    ……Bob Dylan , é mais um escravo Monarca, …. ele é do mais alto escalão da Maçonaria!
    …… Satanista sevo de Satanás confesso!!!!!!!,…… recebeu um premio Nobel , que não passa de uma premiação dos maçons prestigiando seus maçons!
    …..Com uma voz horrível como a dele este escravo de Satanaz resolveu vender sua alma. como muito vagabundos do cenário artístico brasileiro que vivem custeados por Sociedades Secretas , e pela Lei Rouanet, levando e implantando a agenda revolucionaria marxista pelas musicas!

  • Leonardo Romano

    Ainda bem que este é um espaço aberto para cada um emitir suas opiniões sobre o tema do Podcast. Como se ouve dizer que “toda unanimidade é burra”, ter um comentário diferente dos outros nos faz ainda mais querer estudar o assunto. E, nesse caso, como eu não tinha nenhum vínculo emocional com o trabalho do Bob Dylan, vou tentar entender de onde veio a divergente opinião sobre a vida dele também.
    Mas antes, claro, vou ouvir a Playlist de irmaos.com e me deixar levar pela leveza desse agradável bate papo que foi o #306. Mais uma vez, obrigado por ampliar meus conhecimentos além das minhas limitações.
    Abraço pra Dri, pro Paulinho e pro Ricardo.

  • Rafael

    Não escutei o podcast sobre bob dylan, mas deixo minha opinião pedante.

    Primeiro, parece coisa de momento, de marketing, para atrair cliques. Algum de vocês conhece mesmo alguma coisa do Bob Dylan, ou ´so pesquisaram rapidamente na web? Apelo publicitário, tudo bem, mas com relevância – quero dizer, não seria melhor linkar Dylan num programa sobre refugiados, “trilha sonora dos movimentos sociais” ou algo assim? Quem no Brasil percebeu que outro judeu desconhecido ganhou um Nobel?

    Segundo, as letras do cara são meio enigmáticas e apocalípticas, (vide My Back Pages etc) apesar de podermos identificar uma temática de cunho social. Se compararmos Dylan com U2, Legião ou etc., sem citarmos esse fato, será uma análise superficial.

    Terceiro, vocês estão falando pra quem? Quase ninguém conhece Dylan no Brasil, gente, ainda mais sendo um senhor velho, fanho, encurvado, de cabelo desgrenhado e canções sem bunda na letra. Principalmente a galera de 15-30 anos, que só deve conhecer o sujeito da trilha sonora do Watchmen. Não deve ser uma mídia cristã a fomentar essa onda de todo mundo querer ser hype, modinha. Cuidado, Irmãos.com. Desculpa o pedantimo, mas eu gosto de vocês, cara.

    • https://www.irmaos.com/membro/paul/ Paulinho Degaspari

      Quando você ouvir o programa, todas as perguntas serão respondidas.

  • https://www.irmaos.com/membro/c4ptain/ Cristiano Almeida

    Notícias recentes indicam que ele não poderá receber o prêmio este ano por questões de agenda, mas que se manifestou honrado e interessado em receber no próximo ano.
    http://blitz.sapo.pt/principal/update/2016-11-21-Bob-Dylan-nao-vai-a-entrega-do-Nobel-mas

  • Eliane Gomes

    Bom podcast! Não conhecia nada sobre Bob Dylan, e achei tudo mto interessante..vou pesquisar mais com certeza.
    Só acho complicado julgar o posicionamento de outra pessoa em sua conversão, pq creio mto que quem direciona a forma e/ou velocidade que nos moldamos ao evangelho é o Espírito Santo. Acho que os músicos que permanecem no cenário musical secular, após a conversão, são de extrema importância para o evangelismo. Mas também acho que Deus tem propósitos diferentes para pessoas diferentes, então só quem pode saber o que Deus espera do Rodolfo, são Deus e o próprio Rodolfo.
    Parabéns pela pesquisa em relação ao Dylan, e pelo podcast!

  • http://www.renovoblog.blogspot.com.br Ronald Luis

    Faltou falar sobre os filmes que citam/revelam a persona de Bob Dylan…

  • Rafael Paiva da Silva

    Muito bom o podcast, muito legal conhecer um pouco da história do Dylan, o Ricardo é um ótimo convidado.
    Mas eu acho que o Rodolfo Abrantes seguiu o caminho que o Senhor lhe separou, ou vocês sabem o que Deus quer fazer com a vida dele? Então acho bem difícil julgar e falar que ele errou em sair do rock nacional. Ele teve a banda Rodox, isso vocês não comentaram, mas por algum motivo (que somente ele e Deus sabem) ele decidiu largar a grande mídia. Talvez ele seja muito mais crente pois decidiu “viver fora dos holofotes” e não ficar fazendo música para tocar na rádio 89. Ele tem uma pregação na Lagoinha que repercutiu muito, dizendo que era para os cristãos pararem de idolatrar os artistas gospel. Enfim, falar que alguém errou e que Jesus vai cobrar dele é fácil, não somos nós que estamos na pele dele.
    Mas é isso, tirando esse pensamento errôneo do Ricardo, o resto foi ótimo!

  • Leandro Cardoso

    curti muito!

  • Cláudio Antônio da Silva

    Gente, eu nunca ouvi Bob Dylan, nem sabia da história dele.
    Muito Show este PodCast, parabéns.

  • Dafne Antunes

    Olá! ! Mais um pod muito bom!

    Sobre o Rodolfo, ele mesmo fala sobre esse assunto (o cristão e a arte, incluindo a “secular”) nessa entrevista recente: https://youtu.be/BrhhAGVFl-g

    Ele diz que amadureceu bastante dobre esse assunto: logo após a conversão acreditava que ele deveria se afastar de tudo o que lembrasse o “mundo”, mas que hoje ele vê a importância de oa cristãos estarem em todos os lugares fazendo arte. Mas ele afirma que sente que o chamado dele é para dentro da igreja mesmo.