#322: Ficção e escrita criativa

Paulinho Degaspari e Adriana Degaspari conversam com Maurício Zágari, autor do recém-lançado livro “O Enigma da Bíblia de Gutenberg“, e trocam uma ideia sobre o gênero literário de ficção. Saiba como despertar o interesse pela leitura em outra pessoa, conheça as vantagens da escrita criativa, entenda por que temos tão pouco investimento nessa área e descubra quem está empolgado para lançar seu primeiro livro de ficção.

Duração: 01:03:02

» Adquira o livro O Enigma da Bíblia de Gutenberg, de Maurício Zágari

Siga irmaos.com nas redes sociais:

Facebook: irmaos.com/facebook
Instagram: irmaos.com/instagram
YouTube: irmaos.com/youtube
Telegram: irmaos.com/telegram
WhatsApp: (19) 99731-9223

Para ouvir este programa, clique no play do player abaixo ou baixe o arquivo mp3 em seu computador. Se preferir, baixe o arquivo zipado. Para ouvir em um smartphone, instale algum aplicativo de podcasts e procure pelo Podcast irmaos.com.

CONTEÚDO RELACIONADO

  • Ciro Lima

    Ebaaa

  • Ciro Lima

    Ainda tem discípulos desocupados??

    • Paulinho Degaspari

      Isso é coisa do No Barquinho, mas também ficamos felizes com os primeiros a se manifestarem por aqui! 🙂

  • Izaias Alves Cruz

    Belíssimo episódio.
    Gosto muito de ficção também, porém não conhecia o Enigma da Bíblia de Gutenberg.
    Quem sabe eu não ganhe ele =).
    Em autores de ficção gosto muito de CS Lewis, e to junto da Adriana já li todos do Percy Jackson, bem como seus sucessores “Os Heróis do Olimpo”, “Magnus Chase” e “As provações de Apolo”, é acho que deu para perceber que curto muito Rick Riordan, entre outros. No mais parabéns pelo programa, fiquem com Deus e fico no aguardo do próximo episódio, e quem sabe do meu exemplar do Enigma da Bíblia de Gutenberg. Abraços e até mais. =)

    • Adriana Nascimento Degaspari

      Você viu o filme? Achei muito ruim!

      • Izaias Alves Cruz

        Vi sim Dri os dois.
        Ñ são uma maravilha, perdem muito para os livros mas até que eu gostei. Hahaha
        Ainda mais pq até eu assistir o filme do Ladrão de Raios, eu nunca tinha ouvido falar de Percy Jackson, nem sabia que existia.
        Mal ou bem, foi o 1°filme que me apresentou ao universo de Percy Jackson então tenho um certo carinho por ele, mas ñ sou um ferrenho defensor do mesmo, hahahahaha.

  • Eric

    Ótimo tema. Fiquei interessado em ler, vou procurar.

  • Henrique Tofolo de Souza

    Não conhecia esse livro mas já quero! Faz tempo que estou procurando uma leitura de ficção pra espairecer a mente, recentemente ando lendo muitos livros teológicos; até tentei ler O Senhor dos Anéis mas sempre travo nele, achei heresia o que o Paulinho disse do filme ser pior, talvez mais fácil, mas como não li então sem condições de dizer sobre a qualidade Hahaha

    Acabou que percebi que os livros de ficção assumidamente cristãos que eu li (afinal, vejo que a distinção de artes seculares e sagradas não é tão marcada assim, da mesma forma que isso já foi discutidos em podcasts e vídeos da casa, como os episódios #224, #214, #243, #252, #148, #279) se resumem aos já comentados no episódio Lewis e Bunyan. É maravilhoso ver que cristãos estão se esforçando para refletir a luz de Deus numa área que muitas vezes parece encoberta de escuridão.

    Em relação a ficções “não-cristãs”, na época do colégio me apaixonei pela literatura brasileira, ao contrário do Paulinho, mas após entrar na universidade (que ainda estou cursando em tempo integral) abandonei o gênero para focar na literatura acadêmica e teológica, visto a necessidade pela hostilidade do ambiente.

    No mais, é isso! Forte abraço para vocês e em breve eu chego na nossa região de Jundiaí para as minhas merecidas férias! Se possível, visito-os na IBAVIVA.

    • Adriana Nascimento Degaspari

      Venha sim pra cá. Daí, tomaremos um café e o Paulinho explica melhor sobre esse lance do Sr dos Anéis. 🙂

      • Henrique Tofolo de Souza

        Ah eu aceito o café mesmo já tendo corrigido o comentário!

    • Paulinho Degaspari

      Oi Henrique. Eu não disse que o filme é pior, mas melhor. E não quero dizer que os livros são ruins. De forma alguma. Eles são excelentes, mas os filmes conseguiram captar tão bem o espírito dos livros que tornaram a história ainda mais empolgante. É uma pena eu não ter conseguido explicar isso no programa.

      • Henrique Tofolo de Souza

        Oh, pensei numa coisa escrevi outra!! Eu que errei mesmo! A heresia é justamente ter dito isso, já que geralmente os livros são bem melhor do que seus filmes Hahaha Mas como eu ia dizendo no comentário, não tenho condições de avaliar por completo sua heresia por travar sempre no livro começo do livro justamente porque ele não empolga (ou seja, a tendência de eu concordar contigo é fortíssima!).

  • Antonio Augusto

    Episódio excelente! Fiquei bem interessado em conhecer essa obra do Maurício… ultimamente tenho pensado em boas histórias para ajudar na formação de crianças…o podcast veio a calhar! Eu também estava com vontade de escrever e esse episódio aguçou ainda mais o desejo.

    • Adriana Nascimento Degaspari

      Hahahaha.. Tamu Junto AA.
      Viu, se tiver alguma história já escrita, manda aí pra eu contar para meus meninos!

  • André Phillipe Oliveira

    Que episódio sensacional! Parabéns Paulinho e Dri por sempre trazerem temas relevantes e incríveis. Deus os abençoe!

  • Guilherme Mendes

    Precisamos mesmo tratar melhor a iniciativa cultural na igreja, infelizmente são poucos que se despontam e esses poucos muitas vezes desencorajados…
    Excelente cast!

  • Evandro Denzin

    Gostei das reflexões do Maurício sobre cultura/espiritualidade. Sensato e pé no chão e na Bíblia. E agora que comentei, vou torcer pra ganhar o livro! hahaha

  • http://www.criativacontabilidade.com.br Cláudio Antônio da Silva

    Muito Show o Pod, desafiador, agora é esperar que este simples comentário me renda o exemplar do livro, vai que dá certo.

    Vontade de escrever, já tive muita, mas falta coragem para começar, quem sabe um dia!!!

  • http://www.facebook.com/derly.l.cordeiro Derly de Lana Cordeiro

    Como sempre um ótimo programa!
    Ainda não li o livro, mas se ganhar no sorteio faço uma resenha e mando para vocês! Kkkk
    Que Deus continue abençoando o trabalho de vocês!

  • kiko de Angra ( Ex will)

    excelente pod….Parabéns. ..posso dizer que sou apaixonado por literatura de ficção. ..nao sou um Grande leitor de váááárias obras más as que li curti demais ..E sim c.s.lewis eh un dos meus favoritos…rsrsrs muito bom um escritor para poder observar seu ponto de vista….e eu ADORARIA ganhar um livro …rsrsrs mais umá vez parabéns a vcs….excelente POD

  • Lourival Gonçalves

    Acredito que esse exemplar do livro vem pra Ananindeua novamente @DriDegaspari:disqus kkkkkk. Eu já tenho um livro do Zágari,Perdão Total, e quero esse.Ouvindo esse Podcast lembrei dos livros do Leandro Lima “As Crônicas de Olan”.

  • http://www.resistenciapodcast.com/ Rodrigo Oliveira

    Excelente episódio pessoal!

    Muito bom ver um expoente da literatura de ficção cristã no Brasil participando de um podcast. Eu, particularmente, me encantei com os livros Antes do Eden – Mark Littleton, Nephilin – Caio Fábio e Este Mundo Tenebroso – Frank Peretti, mas confesso que sinto falta de mais obras originalmente tupiniquins.

    Minha única ressalva quanto ao papo é que deixaram de perguntar ao convidado quais os passos que os escritores de ficção cristã devem tomar para que tenham suas obras devidamente analisadas e, quem sabe, publicadas. Mas as dicas a respeito de originalidade foram muito boas.

    Parabéns pela escolha do tema.

    Rodrigo Oliveira – Resistência Podcast

  • Israel Chaves

    Gostei demais do podcast! Ouvirei novamente pra absorver com mais calma o conteúdo 🙂 qro mt esse livro! me escolham pfv! rsrs

  • Héber Negrão

    Show demais esse programa! Gostei muito de como ele incentivou a galera que tá afim de escrever mais ainda não iniciou. Também é mto importante a compreensão de que podemos usar a arte (nesse caso a escrita) como testemunho das coisas belas de Deus (não apenas das suas doutrinas ou ensinamentos.)
    O Rookmaaker fala que o artista cristão deve refletir o senhorio de Crsito em sua arte, não necessariamente incluindo lições escondidas (como Lewis fez), mas simplesmente fazendo algo bem feito para a glória de Deus. Tô animado pra ler o livro!!!!

  • Vinicius Grimaldi

    Ótimo episódio, casal! Parabéns!
    Bom, li muito Agatha Christie (sempre fui muito fã do Hercule Poirot), também devorava livros da série “Vaga-Lume”, amava os Karas (“A droga da obediência”), o que acabou me levando ao mundo dos gibis e às literaturas fantásticas mais juvenis como Harry Potter, Eragon, Percy Jackson, Nárnia, vários livros do Tolkien e assim por diante… aproveitei muito dessa leitura pra praticar também meu inglês… agora, meus autores de ficção preferidos hoje são Rick Riordan e Dan Brown.

    Sempre tive muito desejo de escrever, cheguei a montar vários enredos para sessões de RPG (inclusive um brasileiro chamado “O desafio dos bandeirantes”) mas nunca me achei tão criativo pra dar vazão à essa possibilidade…

    Dri, precisamos de escritores para as nossas crianças! Se Deus tem colocado esse desejo em seu coração, ore e peça a confirmação vinda dEle! Busque oportunidades e comece com alguns esboços! Quem sabe eu não faça o mesmo com as avaliações de filmes e séries que vocês sugeriram… quem sabe… hahahahahaha

    Abraços a todos!

  • Dafne Antunes

    Mais um ótimo podcast!! Já faz alguns anos que voltei a ler bastante (e irmaos.com tem muita “culpa” nisso!!), mas agora que estou reaprendendo a gostar de ficção. Li algumas ficções cristãs este ano, inclusive. A que mais me marcou foi “Amor de redenção”, da Francine Rivers. Geeente, um dos melhores livros que já li!!

    A literatura/ficção pode fazer muita diferença nas nossas vidas: nos transporta para outra situação mental (nos retirando momentaneamente de pensamentos que queremos afastar, de forma que será menos difícil lidar com eles depois), nos mostra outras culturas, outras formas de ver o mundo e de pensar sobre ele (o que nos ajuda a entender melhor as pessoas diferentes de nós), desperta novos e antigos sonhos adormecidos (conhecer um país, provar uma comida, aprender outra língua), faz você se sentir acolhido e compreendido (quando um personagem passa por algo que você já passou), etc e etc. Com certeza pode influenciar para o mal também, então devemos escolher com cautela que mundos entrarão em nossas mentes…

    Fiquei com vontade de ler “O Enigma da Bíblia de Gutenberg” (quem sabe eu ganho no sorteio 😉 e outros livros do Zagari.

  • Williams Duarte

    Programa muito bacana. O que me motivou a ouvi-lo foi a ideia de “escrita criativa”, mais do que o “ficção”, usado no título. Leio bastante sobre teoria da literatura, e escrita criativa é um assunto que me interessa.
    Por gosto, antes do que por formação, sou leitor de ficção, contudo empenho mais tempo em livros de antigos. Aprendi com minha mãe a ler Agatha Christie, a trocar os livros lidos com o senhor do sebo, criar um ciclo de leitura e troca. A teoria de tudo passou a tomar muito espaço nas minhas leituras, livro teológicos, livros de casamento, cotidiano, história (history e não story). Percebo que na enxurrada de informação e de opinião, as histórias vão deixando de ser primordiais. Porque precisa-se cada vez mais assumir um conteúdo pra si, definir um ponto de vista sobre algo, saber sobre um assunto, do que somente ler um história, que embora colabore na formação do leitor, não é empregada por escolas, faculdades ou cursos como conteúdo.

  • Willian Rochadel

    Muito bacana a discussão, em especial a restrição de leitura dos jovens na igreja.
    O importante é a leitura e saber filtrar o que é bom, simplesmente restringir não garante a maduridade cristã.

  • Lourival Gonçalves

    As Crônicas de Aedyn – O Voo dos Exilados
    Alister E. McGrath http://www.erdos.com.br/produto/detalhe/2185
    Olha aqui @paulinhodegaspari:disqus

  • Elias Flávio de Paiva

    Sensacional. Gosto muito de ficção, fico triste pela falta de tempo para dedicar a isso agora. Parabéns e que venham mais produções.

  • Welber Martins

    Acho que sei que falou em livro(ou literatura), medíocre, porque ele repetiu isso em um podcast. Curto muito a ficção feitas por cristãos. Lewis, Bunyan, Leandro Lima, Tolkien etc. Só é ruim quando uma ficção vira teologia. Como aconteceu com o livro este mundo tenebroso, que virou livro de cabeceira de alguns propagadores do movimento de batalha espiritual.

  • Welber Martins

    Meu comentário sumiu. Vou escrever de novo .
    Gosto muito de Ficção feita por cristãos.
    Como Lewis, Tolkien, Leandro Lima.
    Mas o perigo é quando uma Ficção vira motivo para se criar um teologia, como aconteceu com esse mundo tenebroso.

  • Diego Dos Anjos

    Que episódio sensacional! Muito boas ideias e discussões do Mauricio. Apesar de não ser muito adepto da leitura de ficção, comprei o livro só pela curiosidade que esse podcast já despertou.

    • Diego Dos Anjos

      Atualizando: Comprei o livro, li (em um dia, pq a história me prendeu rs) e gostei bastante. Parabéns ao Maurício pelo excelente trabalho e ao Irmãos.com pela conversa e divulgação. Terminei comprando mais um exemplar do livro pra distribuir entre os jovens da igreja. Que venham os próximos!

  • Luiz Ricardo Neves

    Comentando pra concorrer ao livro e aproveito pra dizer que estou curioso e já aguardo o livro da Dri!!

  • Gilberto Proença Roque

    Há uns anos que não parava pra ouvir um podcast, estava ensaiando o retorno ao hábito já tem uns meses e enfim dei o start! E que bom ter escolhido vocês e a esse episódio.

    Lembrei das recomendações que minha noiva sempre fez de vocês, dei uma googlada e pronto: um programa sobre escrita de ficção! Melhor programa pra iniciar impossível.

    Sempre li muito na minha infância e adolescência: Coleção Vaga Lume, Pedro Bandeira, Monteiro Lobato, Agatha Christie, Senhor dos Anéis, Harry Potter (li todos escondido da minha mãe que me proibia de ler). Esse hábito, junto com os desenhos e filmes que gostava de assistir, sempre me deixavam com a imaginação a mil e por muito tempo até inventava histórias para os meus irmãos dormirem.

    Por alguns anos na minha adolescência tentei explorar o lado escritor, tenho vários esboços guardados aqui em casa até hoje. Mas com o passar do tempo, trabalho e faculdade atrapalharam o desenvolvimento desse sonho.

    Pra não alongar muito, parabéns pelo episódio! Vou passar a acompanhar e maratonando os anteriores aos poucos. Ah! O bichinho da escrita tá coçando aqui dentro pra sair de novo! 😉

  • Alex Fonseca Silva

    Olá pessoas, estou trocando duas bicicletas, 1 triciclo cavalinho, e um berço sem uso por 4 livros que eu não li, sendo 3 que nem estão disponíveis ainda, mas preciso desesperadamente ler. interessados mandar inbox.

  • Caio Duarte

    Fiquei MUITO interessado em ler esse livro, só pela capa que ficou maravilhosa. Sempre fui um leitor de literatura ficcional/fantástica. Na verdade, quase nunca li livros relacionados a vida cristã, coisa que estou começando a fazer agora.

    O primeiro livro que eu li na vida foi Harry Potter e a Pedra Filosofal e, apesar dos cometários um pouco contra esse tipo de livro, ele me ajudou muito a despertar o gosto pela leitura e me abriu as portas pro mundo da literatura. Nunca fui influenciado de forma negativa por conta desse tipo de livro, cresci em lar cristão e nunca fui proibido de ler nada. Só uma vez que meu pai ficou um pouco assustado por conta do título de um livro da Agatha Christie, “Convite para um homicídio” hahaha, fora isso, nada. Mas sei também que isso vai de criança pra criança e nem todos são iguais, até porque podemos levar esse mesmo tipo de discussão para outras mídias como video games e programas de televisão, afinal, quem não cresceu assistindo Pica-Pau ou Os Trapalhões e cresceu saudável e são (ou pelo menos é o que acreditamos hahaha).

    Ótimo podcast, como sempre! Abraços a todas e #TomaessaJV (old times)

  • Jefferson Lucas

    Excelente tema, a conversa fluiu normalmente!

    Obrigado por gravarem esse POD

  • Keise Cristiene

    Muito bom o Podcast, excelente tema, parabéns, realmente o importante é a orientação e o questionamento.

  • Kairo Hama

    Pod muito bom, concordo que muita coisa tem q ser levada em consideração, principalmente idade e maturidade.

  • http://www.funnysheep.org Jonatas Kerr de Oliveira

    Como sempre, ótimo podcast!!! Esse é um tema que vem me acompanhando…. entretenimento cristão em geral é chato… porque é mais “escola” que “brincadeira”… até escrevi um texto sobre isso uma vez… eu digo que é “trabalho disfarçado de entretenimento”…. se interessar, aqui tem um link para o texto: http://www.ovelhitos.com.br/2015/11/criancas-querem-se-divertir.html
    Também já escrevi sobre o tema do conteúdo “adequado” para cada idade e da importância da participação dos pais no acompanhamento dos filhos: http://www.ovelhitos.com.br/2015/11/sessao-da-tarde-no-youtube.html
    Abraços a todos e mais uma vez, muito obrigado pelo ótimo conteúdo que vocês vêm produzindo! muito edificante!

  • Priscila Pri

    Amo ler e amei o pod cast! Dri…tenho a coleção completa da Agatha Christie, se quiser, te empresto. Sou apaixonada
    Ah…acabei de comprar “O enigma…” pelo Kindle. Logo começo a ler.
    E…em breve vocês vão receber o MEU livro!!!! É…quase pronto 🙂
    Beijs procêis

  • Arthur Ruhtra

    Muito bom o Podcast. Só não concordo com uma coisa que o Maurício disse, sobre ter que escrever o livro num contexto nacional. Pode ser também, mas não acho obrigatório. Concordo que é estranho escrever com personagens com nomes americanos. Mas, no caso das Crônicas de Olam, por exemplo, Leandro Lima criou um universo fantasioso com nomes baseados na cultura Hebraica e ficou muito bom, pra mim é o melhor livro de fantasia nacional. Não vejo problema em criar universos diferentes e distantes do que vivemos.

  • Cinara Lays

    Adorei esse podcast, apesar de não ter muito tempo de me dedicar a leitura, mais esse livro me chamou muito a atenção, pelos comentários e as resenhas vou ter que ler!!! Kkkk
    Abraços e que Deus continue abençoe a vida de vcs!!

  • Rebeca da Gama

    Ainda não li ficção cristã. Tenho a impressão de que obras do gênero são escassas. Depois de ouvir esse episódio, fiquei ainda mais interessada em ler O enigma da Bíblia de Gutenberg!

  • http://educandonacontramao.com.br Felipe Marques

    Muito legal! A Raquel está terminando de ler o livro e está gostando muito! Estou na fila pra ler! Abs

  • Raíssa Miwa Takeda

    Aaah, ameei esse podcast! Parabéns mais uma vez, Paulinho e Dri! Ser escritora sempre foi um sonho, e esse podcast me inspirou ainda mais a escrever! =D
    Pena que só tive tempo de ouvir agora… Acho que não dá mais pra ganhar o livro… =( hahaha

  • Samuel__Varela

    Excelente… Não li o livro ainda, mas depois de ouvir esse podcast fiquei com muita vontade de comprar… Ainda irei comprar. Eu já desisti de assistir filmes “gospel”, a maioria é sem graça, situações com soluções muito fáceis, etc. Concordo que muitos filmes “seculares” trazem mensagens bem melhores que esse.

  • Dafne Antunes

    Sinto muita falta daquela sessão de irmaos.com com resenhas de livros… O que aconteceu, Paulinho?

  • Daniel Cazé

    Programa Show! Comprei o livro!

    Apenas sobre os filmes citados ai… vou falar o que sempre falo em todos os lugares…

    Esses filmes foram feitos para o publico cristão, quem acha que foi feito para publico não cristão, se engana… foi feito pra ganhar dinheiro dos cristãos no cinema… enfim…

  • THIAGO MENILLO

    Quando criança eu nunca captei os significados e reflexões profundas das histórias, mas apenas os atos narrados em si, como atos: tinha muito medo de Alice no País das Maravilhas, por exemplo. Isso só veio com a maturidade e hoje revisito as histórias infantis e as vejo, deste ângulo, nada infantis.